Social Network

Powered by Google Translator
Powered by Google Translator

Chave-fusível | Porta Fusível

Porta Fusível para Chave
de Distribuição Base C

Os porta-fusíveis para base C realiza a expulsão de gases pela extremidade inferior. O porta-fusível Balestro é fabricado utilizando revestimento interno em fibra de vidro vulcanizada e epóxi e revestimento externo em fibra de vidro prensada. O revestimento interno além de proporcionar resistência ao tubo do porta-fusível é responsável a auxiliar a extinção de arco provocado pela queima do elemento fusível do elo-fusível.
Atenção especial deve ser dada ao dimensionamento da capacidade de interrupção do porta-fusível em termos de segurança de pessoas e proteção do sistema elétrico, pois o mal dimensionamento poderá ocasionar danos ao porta-fusível, na qual o mesmo não irá operar como projetado.
Um bom funcionamento do porta-fusível está inteiramente ligado com a qualidade do elo fusível utilizado, que possui a finalidade de proteção do sistema. Aconselha-se a não deixar o porta-fusível na posição aberta por um período de tempo prolongado.
Este porta-fusível foi projetado para, após a operação, ficar suspenso em sua extremidade inferior, que será extremamente importante para a equipe de manutenção verificar a indicação de aberto da chave fusível.
Este equipamento só deverá ser instalado e operado por pessoas qualificadas que tenham sido treinadas e que possuam conhecimentos na instalação, operação, manutenção e conheça os procedimentos e regras determinadas pelas normas de segurança para uso de equipamento em ambiente sob eletricidade, lembrando sempre da necessidade da utilização de EPI’s.
O porta-fusível Balestro é apropriado a ser instalado e removido da chave fusível por meio de vara de manobra (isolada), ser aberta por meio de dispositivo de abertura sob carga e também é intercambiável com bases de chave fusível que possuem as mesmas características nominais de qualquer fabricante.
As características elétricas seguem rigorosamente a norma ABNT NBR 7282:2011 e normas internacionais como IEEE C.37.41, ANSI C.37.41 e IEC 60.282.